sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Arahilda lança livro Conta Cantos dia 31

                                                                                        Foto Marcela Pena


Sessão Lítero-musical especialíssima é uma das atrações da cerimônia de lançamento do livro da poeta, musicista e membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, Arahilda Gomes Alves, "Conta Cantos - A Voz de Arahilda". Será no dia 31 de agosto de 2018, às 19h, no Centro Cultural Cecília Palmério, no Campus Centro da Uniube.






Entre os que confirmaram presença, a jornalista escritora editora do livro e outras, de Belo Horizonte. O evento filantrópico tem apoio cultural da ALTM, do Grupo Doze Guerreiras, da UBE RJ e AJEB RJ, além do Jornal Sem Fronteiras e deste blog.

ALTM lança hino composto por Arahilda


A Academia de Letras do Triângulo Mineiro lançará durante a Reunião Geral e histórica de seus membros neste sábado, 18, às 9h30, o Hino da Academia composto pela acadêmica Arahilda Gomes Alves.

Na sede da ALTM, que fica na rua Lauro Borges, 347, em frente ao Hospital da Criança, o hino será interpretado pelo Coral da Escola de Música Sounds, coordenado pelo tenor Murilo Limma, que fez o papel de Fígaro no projeto de ópera que Arahilda idealizou com três récitas na cidade.


Sobre a ALTM

Idealizada por um grupo de intelectuais e escritores de Uberaba, a Academia de Letras do Triângulo Mineiro – ALTM foi fundada em 15 de novembro de 1962, durante reunião realizada na sede da Sociedade Rural do Triângulo Mineiro, sob a presidência de José Mendonça. O movimento para a sua fundação foi coordenado por Mendonça. Posteriormente, aprovado o seu estatuto. A ALTM tem por finalidade a cultura da língua, da literatura, especialmente do Triângulo Mineiro, e o estudo dos problemas sociais e científicos, a união dos intelectuais do Brasil Central, a difusão de suas obras e conhecimentos gerais.

Zumba aquece atletas para Track&Field



A largada será às 8h do estacionamento do Shopping Uberaba

A Biotech, que inaugurará sua unidade Prime no Shopping Uberaba, em setembro, será a responsável pelo warm up e também por aula da modalidade Zumba para os participantes do circuito Santander Track&Field Run Series, neste domingo, 19, com concentração a partir das 6h30.

Caio Márcio Barbosa, personal trainer da Rede Biotech de Academias, diz que o aulão será coordenado pela expert Daiane Rosa, que também é instrutora de Fit Dance e Top Ride da academia. Às 7h30 começará a música para o alongamento visando a preparar a musculatura dos atletas para o circuito e mais duas músicas de Zumba que vão acordar e preparar o corpo para a corrida que pode ser de 5km ou 10km. 
Maior circuito de corridas de rua da América Latina, a Track&Field é considerada a mais charmosa do país, pois a inscrição presenteia os participantes com um kit exclusivo TF Sports, contendo uma bolsa do evento e uma camiseta Thermodry® com a super tecnologia Amni Biotech. O kit pode ser retirado na loja Track&Field no Shopping Uberaba.


O circuito conta com um diferencial que é o número limitado de corredores por etapa, visando a segurança dos participantes e um percurso adequado para aqueles que buscam melhorar sua performance ou se iniciar no mundo da corrida. São mais de 60 etapas em 20 estados, espalhadas por mais de 40 cidades.
Os inscritos podem deixar seus carros gratuitamente no estacionamento Tabapuã, com entrada pela avenida Barão do Rio Branco.


Sobre a Biotech 
A Biotech segue um padrão diferenciado de academias levando ao público alta qualidade em atendimento e tecnologia por um valor justo. A Bio Tech do Shopping Uberaba contará com espaço climatizado, última linha de equipamentos e duas salas amplas de dança e ginástica, além de uma moderna sala de ciclismo indoor. 


SERVIÇO
Santander Track&Field Run Series 
19 de agosto de 2018 - Estacionamento Shopping Uberaba
6h30 às 7h30 - Retirada de chip
7h40 - Alongamento 
8h - Largada 
9h30 - Premiação

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Aciu comemora 95 anos e traz Família Lima


Apresentação da Família Lima é uma das atrações da programação que comemorará o aniversário de 95 anos da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu), em dezembro deste ano. A festa terá diversos ações, entre elas uma festa de gala, programada para o dia 15 de dezembro, no Centro de Eventos da ABCZ.

José Peixoto, presidente da Aciu, afirma que a comemoração será à altura dos 95 anos da primeira entidade classista de Uberaba. Será uma festa para diretoria, associados, convidados e a cidade em geral.

A história da entidade começou em 1923, quando um grupo de empresários se reuniu, em um encontro que viria a ser considerado, muitos anos depois, como a primeira assembleia de associados da Aciu. O registro da reunião está eternizado em um quadro, fixado na sala da presidência da instituição, cuja autoria é do artista Ovídio (1986).

Apoiadores que queiram integrar sua marca às comemorações do aniversário da Aciu podem entrar em contato pelo telefone 3331-5500.



Fonte: Assessoria de Comunicação da Aciu

Domingo no Campus traz diversão e arte

O evento começará às 9h, no Campus Aeroporto  da Uniube , com entrada gratuita


Formada pelos amigos Gustavo, Jonnathan, Luiz Felipe e Rafael, a Banda PaQua, conhecida pela versatilidade musical, irreverência e interação com o público subirá ao palco do Domingo no Campus, às 11h30. Promete uma mistura de ritmos e estilos para contagiar a plateia do Domingo no Campus. PaQua é de Uberlândia e mostrará ao vivo os seus principais hits que decolaram também no YouTube, com mais de 3 milhões de acessos.



A dupla de Uberaba, Enzo & Danniel, que tem oito anos de estrada de muito sucesso, abrirá a programação do Domingo no Campus, neste domingo, a partir das 9h, no Campus Aeroporto da Uniube. Haverá também espaço kids, food trucks e peças teatrais.



Calouros, veteranos e a comunidade de Uberaba e região são convidados para desenvolver atividades diversificadas com público de todas as faixas etárias, ou seja, um programa para toda a família.

Pais e filhos terão à disposição seis tendas com oficinas, piqueniques, brincadeiras, contação de histórias e peças teatrais. O evento receberá a doação de brinquedos para o Projeto Viva as Diferenças, com entrega prevista para outubro.

SERVIÇO
Domingo no Campus
Dia: 19 de agosto de 2018 9h - Abertura do evento
9h30 - Enzo & Danniel
11h - Peças teatrais, Contação de Histórias, Brincadeiras
11h30 - Banda PaQua
Campus Aeroporto da Uniube
Pedem-se a doação de brinquedos para o Projeto Viva as Diferenças, com entrega prevista para outubro

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Luciana Mello homenageia Bossa Nova no Sesi




Há muito tempo eu quero assistir a um show desta grande cantora, Luciana Mello, que nasceu embalada pela voz do pai, descontraidamente, um dos melhores cantores e divulgadores da Música Popular Brasileira da sua geração, Jair Rodrigues. E como não poderia deixar de ser, o irmão dela tornou-se um dos mais competentes produtores musicais e um dos nomes mais famosos da cena independente da atualidade, dono do selo S, de Samba.

Jair Oliveira é o produtor de "Nêga", o melhor dos CDs da cantora. Em janeiro de 2010 os dois lançaram o DVD/CD do projeto "O Samba Me Cantou" gravado em fevereiro de 2009, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Ouvi, assisti e amei, mas o show ao vivo eu perdi. 

Chegou a hora!!! Luciana vem a Uberaba neste sábado, 11, com show que celebra seis décadas da Bossa Nova, movimento da música popular brasileira que surgiu no fim dos anos 50, caracterizado por estilos de músicas com forte influência do samba carioca e do jazz norte-americano.

Luciana criou o show "Comemorando os 60 anos da Bossa Nova", em que interpreta lindamente alguns clássicos daquela época proporcionando ao público uma imersão emocionante nos anos dourados. Um dos mais belos momentos é quando ela canta "Chega de Saudade", composta pela dupla Tom e Vinícius. Além do bem cuidado repertório, a cantora exibirá um visual com 10 quilos a menos, que renderam a ela menos dores nos joelhos e uma invejável disposição.  

SERVIÇO

Luciana Mello – 60 anos de Bossa Nova
Teatro Sesi/Centro de Cultura José Maria Barra - Praça Frei Eugênio, 231
Classificação Livre
Data: 11 de agosto de 2018, sábado, às 21 horas
Ingressos: R$ 70 inteira e R$ 35 meia

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Projeto Arte na Chita extrapola objetivo


                  Evacira conduz o projeto que além de despertar dom espanta a depressão e outras doenças


Bordar é mais do que uma arte! Nos aproxima de pessoas criativas, sensíveis e, geralmente, com aflorado bom humor. Sem falar nas gargalhadas, risos contidos mas visíveis, ou momentos de introspecção, sempre com um ar de sorriso nos lábios. E quando juntamos tudo isso a um lugar paradisíaco e cheio de história fica melhor ainda. Estou falando do projeto Arte na Chita - Bordado Terapêutico, elaborado e conduzido pela jornalista Evacira Coraspe. Ela apresentou a proposta ao presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Antônio Carlos Marques, que não só a aprovou como abraçou a ideia.

As oficinas gratuitas são ministradas no Museu de Arte Decorativa (Mada), dirigido pelo artista plástico Paulo Miranda. 
As participantes levam apenas o kit básico de chita, agulha e linha.
A proposta do projeto é ser itinerante. Significa dizer que Arte na Chita passeará  pelos mais belos e importantes espaços culturais de Uberaba, o que é ainda mais  instigante.






Evacira encerra as oficinas com a
 primeira turma prevista para dez mulheres,
 com mais de  20 donas de mãos
 habilidosas,  A procura é tão grande
 que há inscrição na lista de espera até
 o ano que vem. Sensacional!!!!




Falando em habilidade, se achamos que não temos, estamos enganadas, porque Evacira descobriu que tinha ao fazer o curso um tempo atrás.





Podemos, todas, bordar e, ao mesmo tempo, espantar a depressão, a síndrome do nuinho vazio e tantas outras sensações que quando a gente está envolvida com arte, nem nos lembramos. Chamamos de Arteterapia. É fantástico! 

Basta observar as imagens que ilustram esta postagem. Todas buscadas entre as que estão postadas por Evacira, a quem chamo de EvaLinda, porque assim a vejo e assim quero vê-la sempre e, agora muitíssimo bem acompanhada por atentas aprendizes de bordadeiras.